Igreja vai ter de indenzar família de criança xingada por padre

O TJ (Tribunal de Justiça) do Ceará condenou a Paróquia da Igreja Católica de Pereiro a indenizar por danos morais a família do menino que foi chamado de “macaco mutante” pelo pároco. O valor foi fixado em R$ 10,8 mil.

Padre puxou orelha
 do menino e o chamou
 de 'macaco mutante'
Pereiro tem 16 mil habitantes e fica a 342 km de Fortaleza.

O episódio se deu em 10 de setembro de 2010, durante a cerimônia de primeira comunhão.

O padre chamou a atenção do menino, que estava conversando.

Como o garoto não atendeu, o padre o expulsou da igreja, puxando-o pela orelha e o xingou diante de todos. A cabeça do menino bateu na porta da igreja.

Para a desembargadora Maria Fausto Lopes, ficou “comprovado que o abuso de autoridade do pároco causou, além de dor, constrangimento e amargura, graves sequelas psicológicas na criança, impedindo, inclusive, a sua primeira eucaristia”.

Com informação da Tribuna do Ceará, com foto ilustrativa.

Padre atinge com chicote rosto de menina de 12 anos