Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Padre da Lava Jato tem fazenda e carros não declarados ao IR

A Receita Federal levantou novos indícios do envolvimento do padre Moacir Anastácio de Carvalho (foto), de Brasília, no esquema de corrupção Lava Jato.

Moacir de Carvalho
tem patrimônio de
R$ 3,3 milhões  
Ele é dono uma fazenda na região de Tamburil, no Ceará, e dois carros de luxo que não foram declarados em seu Imposto de Renda.

No total, o patrimônio do padre é de R$ 3,3 milhões.

A Receita e a Polícia Federal resolveram aprofundar as investigações em torno do padre da Paróquia São Pedro, em Taguatinga (DF), após ter ficado comprovado que ele recebeu uma suposta doação de R$ 350 mil da construtora OAS a pedido do ex-senador Gim Argello (PTB-DF).

Também chamou a atenção dos integrantes da operação Lava Jato a compra à vista pelo padre de um apartamento em Fortaleza por R$ 297.211,00.

A Lava Jato está investigando Argello por suspeita de ele ser o chefe da quadrilha que, em 2014, cobrou propina de empreiteiros para que não fossem convocados por CPIs no Senado e Congresso Nacional.

E Argello e o padre Anastácio são bons amigos já há algum tempo.

Com informação das agências.

Paróquia de Brasília é suspeita de lavar dinheiro, diz Lava Jato




Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...