Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Estado Islâmico procura tradutores de português

O Estado Islâmico lançou uma campanha na internet para obter pessoas que falem português ou espanhol para trabalhar como tradutores.

Terroristas
estão de olho na
América Latina
"Queridos irmãos e irmãos, precisamos de irmãos e irmãs que falem português ou espanhol para nos ajudar no nosso projeto, se Alá quiser. Se fala uma dessas línguas e quer juntar-se a nossa equipe de tradutores, por favor 'clica' aqui", lia-se na mensagem automática divulgada nas redes sociais -- principalmente o Twitter - desde junho.

Em maio, foram detectados dois novos canais informativos, um em português e outro em espanhol, criados pelo Daesh (acrônimo árabe que designa o EI) na rede Telegram, nos quais os seguidores do grupo radical podiam receber notícias atualizadas.

A conclusão é óbvia: o grupo terrorista quer marcar presença na América Latina, onde há o Brasil, cujo idioma é o português, e países da colonização espanhola, além de mirar a Espanha e Portugal.

Com informação do jornal espanhol El Mundo.

Grupo terrorista xiita Hezbollah se registra como partido no Peru




Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...