Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Estado Islâmico procura tradutores de português

O Estado Islâmico lançou uma campanha na internet para obter pessoas que falem português ou espanhol para trabalhar como tradutores.

Terroristas
estão de olho na
América Latina
"Queridos irmãos e irmãos, precisamos de irmãos e irmãs que falem português ou espanhol para nos ajudar no nosso projeto, se Alá quiser. Se fala uma dessas línguas e quer juntar-se a nossa equipe de tradutores, por favor 'clica' aqui", lia-se na mensagem automática divulgada nas redes sociais -- principalmente o Twitter - desde junho.

Em maio, foram detectados dois novos canais informativos, um em português e outro em espanhol, criados pelo Daesh (acrônimo árabe que designa o EI) na rede Telegram, nos quais os seguidores do grupo radical podiam receber notícias atualizadas.

A conclusão é óbvia: o grupo terrorista quer marcar presença na América Latina, onde há o Brasil, cujo idioma é o português, e países da colonização espanhola, além de mirar a Espanha e Portugal.

Com informação do jornal espanhol El Mundo.

Grupo terrorista xiita Hezbollah se registra como partido no Peru




Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...