SP dá desconto de 90% a igrejas em multa por irregularidade

O Novo Código de Obras aprovado pela Câmara Municipal de São Paulo beneficia as igrejas, que vão ter desconto de 90% no valor das multas para construções irregulares.

Políticos presenteiam
igrejas em vésperas
de eleições municipais
O prefeito Fernando Haddad (PT) garantiu aos líderes religiosos que vai sancionar a nova regulamentação. Igrejas evangélicas e a Católica vinham pressionando-o há algum tempo.

A mamata é esta: as igrejas vão pagar R$ 60 por m² de multa por uso de construção sem o certificado de conclusão, e não mais R$ 214 por m².

Além disso, as igrejas vão ter prazo três vezes maior para regularizar seus imóveis.

Trata-se de um presente dos políticos às igrejas à custa dos cofres públicos, que, no caso, vão receber menos pelas multas.

É por isso e outras coisas que no Brasil, em tese um país laico, as igrejas são excelentes negócios, com incentivo governamental e sem os riscos, por exemplo, do comércio de cocaína.

Com informação da Câmara Municipal de São Paulo.

Mesmo endividado, Pará dá isenção de ICMS às igrejas