Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Freiras estavam escondendo dinheiro de kirchnerista

Católicos argentinos estão indignados com três feiras idosas da Irmãs Orantes de Penitentes de Nossa Senhora de Fátima, porque elas foram pegas em flagrante escondendo US$ 9 milhões e o próprio portador do dinheiro, José López, ex-secretário de Obras Públicas nos mandatos da presidência de Cristina Fernández de Kirchne.

Com o apoio do Vaticano, a Igreja da Argentina está investigando o envolvimento das irmãs nesse acobertamento de dinheiro de corrupção.

Uma das malas que
 ex-secretário da Cristina
 levou para convento
O episódio parece ter sido tirado de um livro das histórias do detetive Hercule Poirot.

Em uma noite de inverno, nos subúrbios de Buenos Aires, um homem baixinho sai de um carro com várias bolsas e aperta a companhia do convento das irmãs. Ele fica nervoso porque ninguém abre a porta.

Então ele joga as bolsas por cima do muro e pula para dentro do mosteiro.

Um vizinho que estava vendo tudo sem ser percebido ficou preocupado com a segurança das três irmãs idosas e chamou a polícia.

Os policiais apareceram rapidamente para salvar as velhinhas e acabaram encontrando uma personalidade famosa no país: o ex-secretário José López.

O kirchnerista tentou comprar os policiais. Ofereceu dólares para que eles se esquecessem do flagrante, mas não foi feito o acordo.

A polícia levou Lopez para a cadeia, e agora todo mundo está querendo entender como as freiras entraram nesta história.

Inocentes úteis? A própria Igreja parece não acreditar nisso.

Com informação do El País e de outras fontes.

Monsenhor dos euros em latas de goiabada se livra da Justiça



Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...