sexta-feira, 17 de junho de 2016

Ex-integrante da Al Qaeda entra ilegalmente no Brasil

Deyab atuou na África e Europa
O ministro do Interior do Uruguai, Eduardo Bonomi, informou que o sírio Jihad Ahmad Deyab (foto), 45, saiu daquele país e entrou ilegalmente no Brasil, provavelmente no dia 6 deste mês. 

Trata-se de um ex-integrante da organização terrorista Al Qaeda que, capturado pelos Estados Unidos, ficou doze anos presos na prisão americana de Guantánamo, em Cuba.

Com ajuda da embaixada dos Estados Unidos em Montevidéu, a Polícia Federal e a Interpol estão investigando o paradeiro do sírio, para mandá-lo de volta ao Uruguai.

Deyab estava no país vizinho desde 2014, quando José Mujica, o então presidente, aceitou recebê-lo e outros cinco ex-detentos de Guantánamo (três sírios, um palestino e um tunisiano).

O sírio já tinha tentado entrar legalmente no Brasil, mas foi barrado pela polícia brasileira no fronteira.

Deyab foi preso no Paquistão. Ele atuou como terrorista da Al Qaeda na África e foi recrutador da organização na Europa.

Ele vinha reclamando de sua vida no Uruguai, onde não teria se adaptado muito bem.

Morava em Montevidéu, em uma casa com outros ex-detentos. Recebia uma ajuda financeira do governo, da qual teria aberto mão.

Com informação das agências.

PF indicia muçulmano suspeito de planejar ato terrorista






Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...