Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Jesus e Estado Islâmico lutam pela mesma conquista, diz papa

Um trecho da entrevista de Francisco ao jornal La Croix tem causado constrangimento entre católicos. Trata-se da parte em que ele fala sobre o que há de semelhante entre Jesus, Estado Islâmico e o Islã de forma em geral.

Francisco admitiu a
semelhança entre o
cristianismo e islamismo
Na tradução do inglês para o português, ele disse: “Hoje, eu não acho que há medo do Islã, mas da ISIS [Estado Islâmico] e sua guerra de conquista, que é parcialmente extraída Islã. É verdade que a ideia de conquista é inerente à alma do Islã. No entanto, também é possível interpretar o objetivo no Evangelho de Mateus, onde Jesus envia seus discípulos a todas as nações, em termos da mesma ideia de conquista.”

A associação feita pela papa é tida como infeliz e inadequada por lideranças da Igreja, mas ela é útil para lembrar que na história do cristianismo há muita violência desferida contra os “infiéis” da vez, até mais cruel do que a do Estado Islâmico.

Foi nessa entrevista ao jornal francês em que Francisco disse que os Estados devem ser seculares, mas não de modo exagerado como o francês.

Talvez o ideal de Estado secular do papa seja o do Brasil, onde se lê Bíblia nas escolas, onde há crucifixo em repartições públicas (incluindo o STF) e existe na Câmara uma bancada cristã que tem conseguido impor sua pauta conservadora ao país.

Não existe um Estado pouco ou muito laico. Ou é, como a França, ou não é.

Com informação do Wnd.






Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...