Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Cantor Prince foi homofóbico das Testemunhas de Jeová

Prince (1958-2016) foi um cantor talentoso da música pop internacional. Pode se falar muito de suas qualidades artísticas, mas não de seu caráter. Ao se tornar seguidor das Testemunhas de Jeová, tornou-se homofóbico, embora ele próprio tivesse uma figura andrógina.

Cantor pop era
 devoto da religião
fundamentalista
O cantor ingressou nas TJs em 2001 e se comportou, pelo menos de início, como um fiel comum, com as obrigações de todos os seguidores.

Prince costumava bater na porta das pessoas aos domingos para fazer pregações.

Como estava sendo identificado por fãs, ele passou a se apresentar com disfarces.

Em 2008, Prince anunciou ser contra o aborto e o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Naquele ano, ao The New Yorker, ele disse que Deus tinha ficado consternado ao ver as pessoas se enfiando em qualquer lugar e fazendo sexo com qualquer coisa.

Acrescentou que tirou tudo isso de sua vida. “Já chega.”

Em 2013, ele fez nova declaração homofóbica. Falou que sonhou que, em um sonho, a sua ex-companheira estava beijando outra mulher.

“[Por isso] eu desejei nunca tê-la beijado”, disse, simulando o som de um cuspe.

Aos 57 anos, Prince morreu no dia 21 de abril de 2016 em sua casa em Minnesota (EUA).

Tinha sido internado havia 15 dias por causa de uma suposta gripe, mas até agora não se sabe qual foi o real motivo de sua morte.

Com informação das agências.







Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...