segunda-feira, 4 de abril de 2016

MP veta pai-nosso em escolas de Campo Grande e causa polêmica

A determinação do MP (Ministério Público) do Mato Grosso do Sul à prefeitura de Campo Grande para que suspenda o pai-nosso nas escolas levantou uma polêmica. Pais de alunos reclamaram da decisão e na internet há manifestações contra e a favor.

Ignorância sobre
Estado laico favorece
proselitismo religioso
Mãe de dois alunos, Lucilene Braga Olímpio, por exemplo, disse que, em vez de melhorar a escolas, “tiraram o pai-nosso, uma oração universal que não tem credo informação”.

Trata-se de uma desinformação, porque essa oração não é universal e é do credo cristão.

O próprio diretor de uma das escolas, Luciano de Brito, não gostou da determinação da procuradora Jaceguara Dantas da Silva, do Ministério Público.

Ele disse que a oração “acalmava” os estudantes antes das aulas.

A procuradora fez o mínimo que tinha de fazer. Pediu respeito à laicidade de Estado.

Talvez Jaceguara deva passar uma lição de casa aos alunos, pais e professores: estudar o significado do Estado laico à luz da Constituição brasileira, de modo a saberem a diferença entre escola e igreja.

Com informação do Jornal Dia Dia.








Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...