sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Terrorista cristão americano diz que é protetor dos bebês

O terrorista cristão Robert Dear (foto), em uma de suas explosões no tribunal, gritou na quarta-feira (9 de dezembro de 2015): “Sou culpado! Não há julgamento! Sou um guerreiro dos bebês”.

Robert Dear disse
 que matou em
nome de Deus
No dia 27 de novembro de 2015, o defensor dos bebês matou 3 pessoas e feriu outras 9 em um ataque à clínica Planned Parenthood, em Colorado Springs (EUA).

A polícia apurou que Dear é um extremista cristão — do tipo lobo solitário — que se opõe ao aborto e acredita na Bíblia “de todo o coração”.

É um obcecado com o fim do mundo e acredita que pode matar porque obterá o perdão de Jesus.

Para ele, quem mata pessoas envolvidas em aborto está a serviço de Deus.

Dear já tinha chamado de “heróis” integrantes do Exército de Deus, que no passado cometeram assassinatos para em defesa do nascimento de bebês.

Barbara Micheau, sua ex-mulher, disse que Dear sempre foi um fundamentalista cristão e que ele acha que a sua religião justifica seus atos, tanto que tem a firme convicção de que irá para o céu.

Com informação das agências e foto de divulgação.





Sheherazade afirma que cristãos sofrem perseguição

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...