terça-feira, 24 de novembro de 2015

Google homenageia com Doodle descoberta dos fósseis de Lucy

Gif reproduz representação da
evolução de linhagem de primatas
O Doodle do Google de hoje (24 de novembro de 2015) comemora o 41º aniversário da descoberta de Lucy. Trata-se de um conjunto de fósseis quase completo de um Australopithecus afarensis de 3,2 milhões de anos que ajudou os estudiosos a entender a evolução do ser humano.

Por tabela, o Google presta uma reverência à teoria da evolução das espécies, do naturalista inglês Charles Darwin (1808-1882).

Representação de
Lucy e namorado
O Doodle mostra a conhecida representação da evolução de um ramo de primatas, até chegar ao homem.

Os criacionistas vão ficar contrariados ao fazer qualquer pesquisa hoje.

Para eles, atualmente o homem é exatamente do mesmo jeito do dia em que foi criado por Deus, aliás, à imagem e semelhança Dele. Eles acreditam que isso ocorreu há apenas 6 mil anos.

Mulher de cerca de 20 anos e 1,2 m, Lucy foi descoberta pelo antropólogo americano Donald Johanson e pelo estudante Tom Gray, em Hadar, deserto de Afar, na Etiópia.

Andava sobre dois pés. Seu crânio tinha um volume de 450 cm3. Os chimpanzés modernos têm crânios de 350 cm3 e os humanos de 1500 cm3.

Ela foi morta provavelmente por um crocodilo.

Lucy era considerada como a Eva dos humanos (homo sapiens) até que em 2009 o paleontólogo Stephanie Melillo descobrisse na Etiópia fósseis de ossos de um pé de um hominídeo com cerca de 3,4 milhões.

Conjunto de fósseis está quase completo
Com informação das agências.





Fósseis indicam descoberta de nova espécie de humanoide

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...