Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

......................................................................................

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Adolescente abusa de irmã, e seus pais e TJs abafam o caso

Richard abusou de
 Louise por seis anos
na infância dela
A norte-americana Louise Palmer (foto), atualmente com 38 anos, gostaria de não lembrar de sua infância, mas isso é impossível porque ela foi profundamente ferida nesse período.

Louise foi abusada sexualmente por Richard Davenport (foto), seu irmão, ao longo de seis anos. O assédio começou quando ela tinha cinco anos e ele, 14.

Richard só interrompeu o abuso quando Louise começou a menstruar — ele ficou com medo de engravidá-la.

Em 2000, Louise, ao ver o seu irmão com uma menina da família sentada em seu colo, temeu que Richard estivesse voltado à pratica de abuso sexual.

Em 2005, já casada e mãe de dois filhos, ela contou a seus pais, Trevor e Diane (na foto abaixo), e a anciões (sacerdotes) da igreja da família, as Testemunhas de Jeová, que tinha sido violentada por Richard na infância e temia que agora outras crianças fossem as vítimas.

Ela disse que estava disposta a denunciar o irmão à polícia.

Foi quando o drama de Louise tomou proporções maiores porque seus pais, fazendo chantagem emocional, falaram que ela não fosse à polícia.

As Testemunhas de Jeová fizeram o mesmo pedido sob a alegação de que a igreja seria indiretamente atingida pela repercussão do caso. E ofereceram orações para Louise.

Pais e anciões não se sensibilizaram com a possibilidade de o Richard estar estuprando outras crianças, o que de fato estava ocorrendo, conforme depois ficou provado.

Só em 2013, como o apoio de seu marido, Louise se sentiu forte para denunciar seu irmão à polícia, e o caso foi encaminhado para a Justiça.

Ela então foi expulsa da família por seus pais e das atividades religiosas pelas Testemunhas de Jeová.

Em setembro de 2015, Richard, atualmente com 47 anos, foi condenado a 14 anos de prisão. Ele admitiu à Justiça ter violentado sua irmã e duas outras meninas.

Trevor e Diane, os pais,
 ficaram do lado do filho
"Meus pais ficaram do lado do meu irmão, mesmo sabendo o que ele tinha feito”, disse ela em uma recente entrevista ao Sunday People. “Eu não posso perdoá-los."

"Eu era muito, muito próxima de minha mãe. Éramos amigas. Mas eu não mais a reconheço a mãe que foi.”

Louise demorou em denunciar Richard por causa da pressão de sua família, incluindo o seu irmão, que em uma oportunidade lhe pediu chorando que não contasse nada a ninguém.

Ainda assim Louise disse que valeu a pena porque a Justiça foi feita.

Com informação do Sunday People e fotos de arquivo pessoal de Louise.





TJs da Austrália acobertaram mais de mil casos de pedofilia

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...