Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Dunga fica irritado com oração de pastor na Seleção Brasileira

'Seleção não
é lugar de
religião'
Dunga (foto) ficou irritado ao saber pela imprensa que jogadores chamaram o pastor Guilherme Batista para orar na concentração do jogo da Seleção contra os Estados Unidos, no dia 8 de setembro, naquele país.

"Eu não permiti, nem eu, nem o Gilmar [coordenador de seleções] e nem a Seleção”, disse o técnico em entrevista.

“A Seleção Brasileira não é local de exposição religiosa, política. Ali nós temos que nos concentrar no que estamos fazendo, que é jogar futebol apenas."

O técnico disse que os jogadores dispõem de uma sala para receber familiares e pessoas mais próximas, não pastor.

Ele lamentou que jogadores tivessem tomado a iniciativa sem o seu conhecimento. “Dentro da seleção as coisa são feitas com transparência.”

“Acredito que todas as religiões são boas, cada um tem a sua, mas ali não é local para esse tipo de exposição”, afirmou.

“Já conversamos com os atletas e expomos nosso pensamento. Quando quero fazer o bem, não preciso divulgar ao mundo todo que estou fazendo o bem."

A “convocação” do pastor foi feita por Kaká e David Luiz.

Além desses jogadores, participaram do culto no hotel em que estava a Seleção Alisson, Douglas Santos, Douglas Costa, Fabinho, Jefferson, Lucas, Marcelo Grohe e Lucas Lima.

Um vídeo [ver abaixo] mostra o pastor benzendo os jogadores.

Dunga deixou claro: “Se o erro se repetir, vou ter de tomar uma decisão”.

Disse que episódio não vai interferir na sua escalação dos jogadores, mas vai deixar Kaká no banco nos jogos contra o Chile e Venezuela.

A intromissão do pastor

 

Com informação das agências.





Kaká afirma sofrer preconceito religioso de jornalista ateu

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...