sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Bancada evangélica dá apoio a Cunha, acusado de corrupção

Frente Evangélica
presta solidariedade
a colega sob suspeita
A Frente Parlamentar Evangélica reafirmou seu apoio a Eduardo Cunha (PMDB-RJ), embora ele esteja sendo investigado pela Polícia Federal e Ministério Público. A informação é de Lauro Jardim, do site da Veja.

A PGR (Procuradoria Geral da República) denunciou o deputado evangélico ao STF (Supremo Tribunal Federal) sob a acusação de ter recebido US$ 5 milhões para não criar dificuldade na contratação de dois navios-sonda pela Petrobrás.

Apesar do apoio da bancada evangélica, apenas um de seus deputados, o Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), tem se manifestado publicamente solidariedade a Cunha, até agora.

A sustentação a Cunha da Frente Parlamentar Evangélica se contrapõe aos deputados que querem o afastamento dele da Presidência da Câmara, no caso de o STF aceitar a denúncia da PGR. O deputado já disse que não deixará o cargo mesmo se tornar réu.

O lobista Júlio Camargo, delator da operação Lava a Jato, disse que, a pedido de Cunha, fez “doação” de R$ 125 mil para a Assembleia de Deus Ministério Madureira, de Campinas, em uma forma de lavagem de dinheiro.

Até o momento, não há informação sobre a prestação de esclarecimentos dos dirigentes da igreja à Justiça.

O pastor titular dessa igreja em Campinas é Manoel Ferreira Neto. O responsável perante a Receita Federal é o pastor Samuel Cassio Ferreira, irmão de Abner Ferreira, pastor no Rio de Janeiro da Assembleia de Deus Madureira, igreja que é frequentada por Cunha.

Nenhum dos pastores envolvidos falou à imprensa sobre a “doação”.

Na sabatina do Senado a Rodrigo Janot, para sua recondução ao PGR, o senador Marcelo Crivella (PSC-RJ), pastor licenciado da Igreja Universal, defendeu a Assembleia de Deus de Campina.

Ele disse que a igreja não tinha como saber da origem ilícita do dinheiro doado.

A Receita Federal deveria examinar a contabilidade dessa igreja.

Com informação de Lauro Jardim e de outras fontes.





Eduardo Cunha não paga multas por excesso de velocidade

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...