Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Jesus.com mostra interesse de Cunha em lucrar com fé alheia

por Bernardo Mello Franco
para Folha de S.Paulo

Deputado evangélico
recebeu propina por
intermédio de igreja
A denúncia contra o deputado Eduardo Cunha, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, foi manchete de todos os portais brasileiros nesta quinta. Ou melhor, de quase todos. No portal evangélico "Fé em Jesus", a principal notícia era outra: "Eduardo Cunha fala sobre análise de contas de ex-presidentes".

O site está registrado em nome da empresa Jesus.com e oferece serviços como o "Jesus Tube", o "Jesus DJ" e o "Jesus Mail". A firma pertence ao presidente da Câmara e à sua mulher, a jornalista Cláudia Cruz.

O "Fé em Jesus" é um dos oito endereços da Jesus.com na rede. Como pessoa física, Cunha detém nada menos que 284 domínios. O latifúndio virtual integra um plano imodesto, anunciado pelo deputado, de "criar um mundo evangélico na internet".

Os endereços comprados pelo peemedebista deixam claro o seu interesse em lucrar com a fé alheia. Entre os domínios, estão shoppingjesus.com.br, compracrente.net.br, jesuschat.com.br e fenodesconto.net.br.

Cunha também registrou endereços que misturam o nome de Jesus aos de portais famosos, como facebookjesus.com.br, facejesusbook.com.br, e jesusgoogle.com.br. Se os donos das marcas quiserem explorá-las, terão que negociar com ele.

Nesta terça, o Ministério Público revelou que o investimento em sites é apenas a face mais visível das transações do deputado com a fé cristã.

De acordo com a denúncia oferecida ao STF, parte da propina do petrolão foi paga em "transferências para Igreja Evangélica, a pedido de Eduardo Cunha". O lobista Júlio Camargo, que delatou o presidente da Câmara, repassou R$ 250 mil à Assembleia de Deus em Madureira.

O Ministério Público diz que a vinculação do deputado com a igreja é notória porque ele frequenta cultos de um de seus líderes, Abner Ferreira. Se acessarem o "Fé em Jesus", da Jesus.com, os procuradores encontrarão ligações mais fortes. Abner, o pai e o irmão, também pastores, são colunistas do portal de Cunha.




Emenda de Cunha livra Soares e Malafaia de dívida milionária


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...