Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Muçulmano na Austrália arranja marido para filha de 12 anos

Menina teve de
se casar com um
homens de 26 anos
A juíza Deborah Sweeney, de Downing (Austrália), condenou um muçulmano de 63 anos a 10 anos de prisão por ele ter arranjado um marido de 26 anos para sua filha de 12 anos.

Deborah sentenciou: “O papel dele [o pai] era de proteger a filha. Mas ele não só tolerou como incentivou o casamento da menina com um homem com o dobro da idade dela, apesar da forte oposição da mãe”.

Na Austrália, é considerado crime manter relacionamento sexual com pessoas menor de 14 anos.

Após a cerimônia de um casamento islâmico, o pai, cujo nome não foi divulgado para proteger a menina, providenciou em sua casa uma cama para que os “noivos” mantivessem relacionamento sexual.

A garota ficou grávida e teve aborto espontâneo.

O pai se defendeu com a argumentação de que a filha tinha começado a se interessar por homens e, para que ela não ofendesse Alá tendo sexo fora do casamento, ele aceitou o pedido de um estudante para se casar com a menina.

Para a juíza, contudo, "este homem pensou que suas ações foram justificadas pela sua fé religiosa, mas isso não serve como desculpas”.

Com informação das agências.





Livro conta historia da mulher de Maomé que tinha 9 anos

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...