quarta-feira, 22 de julho de 2015

Igreja não pode se manifestar sobre ciência, afirma cardeal

Pell fez referência
à encíclica do

meio ambiente
Dom George Pell (foto), arcebispo de Sydney (Austrália), fez algumas afirmações em entrevista ao Sydney Morning Herald que têm causado certo constrangimento dentro da própria Igreja.

Ao comentar a decisão do papa Francisco de colocar a mudança climática no topo da agenda católica, Pell falou que a “Igreja não tem a autorização do Senhor para se pronunciar sobre questões científicas”.

A entrevista foi concedida um mês depois de o Francisco lançar a encíclica do clima e do meio ambiente.

Para Pell, a encíclica possui “muitos elementos interessantes”, mas reforçou que a ciência não faz parte do campo de atuação da Igreja. Até porque, acrescentou, “nós acreditamos na autonomia da ciência”.

O arcebispo não acredita que os homens sejam os principais responsáveis pela mudança do clima.

Porta-vozes da Igreja de Sydney disseram que o constrangimento que teria sido causado pela entrevista de Pell é invenção ou má-interpretação da imprensa, porque a própria encíclica deixou claro que não pretende interferir na discussão científica, mas apenas divulgar a gravidade do clima.

De qualquer forma, é curiosa essa guinada da Igreja Católica, deixando se preocupar aparentemente menos com a “outra vida”, no céu, e mais com a vida daqui, da Terra.

Talvez esta tenha sido a sacada de Francisco: para garantir a sobrevivência da Igreja, impedir a fuga de fiéis principalmente nos países desenvolvidos, ele estaria transformando a milenar instituição em uma ong de proteção à natureza. O tempo dirá.

Com informação do site InfoCatólica e foto de divulgação.





1 bilhão de muçulmanos ignoram a evolução, diz estudo

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...