Missionário acusado de abusar de crianças põe a culpa no diabo

Durham disse
que estava possuído
pelo diabo Luke
O missionário cristão Matthew Durham (foto), 20, de Oklahoma (EUA), afirmou que quando abusou sexualmente de crianças órfãs no Quênia estava possuído pelo diabo Luke. Durham responde a 17 acusações.

“Eu sou inocente”, disse ele em juízo, acrescentando não se lembrar de nada porque quem praticou a violação foi o diabo.

Durham, contudo, confessou por escrito e verbalmente que manteve relações sexuais com meninos e meninas na faixa de 4 a 10 anos.

O advogado do missionário disse que seu cliente foi coagido por funcionários do orfanato a fazer a confissão, mantendo-o em isolamento, além de confiscar seu passaporte.

Durham trabalhou como voluntário entre abril de junho de 2014 em uma casa de órfãos em uma comunidade perto de Nairobi.

Ele está preso à espera de uma sentença da Justiça Federal dos Estados Unidos.

Com informação das agências.





Polícia prende pastor por abuso de meninas 'a mando de Deus'