Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sábado, 13 de dezembro de 2014

Morador que reclama de sino de igreja é neurótico, afirma padre

Padre Vieira foi multado
 em R$ 36 mil pelo barulho
O padre Raimundo Vieira (foto), 44, da Paróquia São João Maria Vianney, na Vila Romana, São Paulo, chamou de “neurótico” o morador do bairro que em agosto reclamou ao Ministério Público Estadual do barulho dos dois sinos da igreja e da Ave-Maria que ela tocava todos os dias, às 18h, nos altos falantes.

O MP acionou o Psiu, o Programa de Silêncio Urbano, que em duas ocasiões mediu no apartamento do morador o barulho dos sinos.

Na segunda ocasião, em 30 de novembro, duas fiscais constataram que os ruídos chegaram a 80 decibéis às 9h50, além de ultrapassar de 1 minuto. O limite permitido por lei é de 65 decibéis.

O Psiu, então, multou a paróquia em R$ 36.540, enfurecendo o padre e fiéis. O morador Alberto de Oliveira, 44, por exemplo, declarou ao jornal Estadão que quer descobrir quem é o “imbecil” interessado em acabar com a igreja.

O padre reclamou que não foi alertado pelo Psiu sobre a reclamação do morador, mas o jornal apurou que fiscais alertaram o sacristão Gilberto Barbosa, 35, o responsável pelos badalos.

A Arquidiocese de São Paulo está tentando cancelar a multa com o argumento de que a lei não estabelece que o ruído tenha a duração máxima de 1 minuto.

Barbosa toca o sino de segunda a sábado às 17h e no domingo às 9h45, 11h45 e 18h15.

O padre suspendeu a Ave-Maria de Gounod que tocava nos alto-falantes da igreja todos os dias às 18h.

De acordo com o próprio padre, o morador que reclamou argumentou em sua representação ao Ministério Público que quem quiser ouvir a Ave-Maria que o faça na igreja ou em sua casa.

No Facebook, a Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos) elogiou a iniciativa do morador.

Com informação do Estadão, entre outras fontes.





Igrejas evangélicas fazem mais barulho que bares
maio de 2010


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...