Igrejas evangélicas distribuem 'santinhos' de candidatos

Levantamento
da revista Época
Pelo menos cinco igrejas evangélicas de Duque de Caxias (RJ) estavam fazendo abertamente campanha de candidatos às próximas eleições, com a distribuição de propaganda, como “santinhos” (fotos com o número do candidato), panfletos e placas. O material estava sendo distribuído aos fiéis após os cultos.

A lei impede que igrejas — que desfrutam de renúncia fiscal — participem de campanha política.

Por determinação da juíza Vera Maria Andrade Lage, fiscais do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), com apoio da polícia e do Ministério Público, apreenderam o material em três templos da Igreja Internacional da Graça de Deus, um da Igreja Mundial e outro da Assembleia de Deus Família.

Os “santinhos” são de candidatos a deputado estadual e a federal do pretendente a governador do Estado do Rio Anthony Garotinho (PR), que é evangélico.

Em um dos templos da Igreja da Graça, havia panfletos obstruindo o banheiro para deficientes físicos.

Mandato de deputado estadual
é o mais almejado pelos pastores
Em todo o Brasil, existem 345 candidatos a um mandato que se apresentam como pastores, bispos, missionários e suas variações.

De acordo com a revista Época, o número desta eleição de candidatos atrelados a atividade religiosa cresceu 47% em relação a 2010 e triplicou na comparação com 1998.

O PSC é o partido com mais candidatos (44), seguido pelo PRB (28), que é o braço político da Igreja Universal do Reino de Deus.

Com informação das agências e da revista Época. 





Bancada evangélica é ovo do nazismo, afirma frei Betto
novembro de 2013


Semelhantes

Postagens mais visitadas deste blog