Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Wyllys se opõe à ‘incentivadora de linchamento’ Sheherazade

Deputado Wyllys acusou jornalista
de fazer apologia à violência no SBT
O deputado Jean Wyllys (foto) anunciou que a partir de agora vai “enfrentar” a jornalista Raquel Sheherazade (foto), apresentadora do SBT Brasil, por ela ter feito “apologia ao linchamento”, o que, segundo ele, teve boa recepção nas redes sociais.

O deputado do PSOL-RJ se referiu ao “elogio” de Sheherazade aos “justiceiros” do Rio, no Aterro do Flamengo, que, ao “se considerarem acima das leis, ataram a um poste, com uma trava de bicicleta [...] um adolescente despido de sua roupa e dignidade”.

Em um artigo para CartaCapital, Wyllys escreveu que “Sheherazade não só defendeu abertamente o linchamento do menor como afirmou que as pessoas "de bem" não têm outra resposta para o "estado de violência" que não a "justiça com as próprias mãos".

Para o deputado, a jornalista debochou dos pobres e negros e também dos policiais, do Ministério Público, poder judiciário e defensores dos direitos humanos na mediação dos conflitos em sociedade.

Wyllys explicou que não vinha dando atenção a Sheherazade, mesmo quando ela defendeu a permanência do deputado Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos, porque não “não passava de uma mulher cafona, fundamentalista religiosa, limitada intelectualmente e de repertório cultural estreito — uma espécie de Afanásio Jazadji de tailleur - que caiu nas graças de Sílvio Santos”. [Jazadj é um jornalista que combatia o movimento dos direitos humanos e que fazia fez sucesso no rádio em programas policiais].

Mas agora, afirmou, ele deixará de ignorá-la diante do “aval” e “estímulo (sim, estímulo!)” dela aos “justiceiros” e “linchadores cariocas”.

“Se nos encontramos num ‘estado de violência’, como ela [Sheherazade] diz, é também porque seu discurso e o de boa parte da mídia associam pobreza e negritude à criminalidade, desumanizando as populações das periferias e expulsando-as da comunidade moral”.

O PSOL informou que enviará ao Ministério Público uma representação contra o SBT e a Sheherazade por terem incentivado a população a fazer justiça com as próprias mãos.

"A atitude dos vingadores é até compreensível"

video


Com informação da CartaCapital.








Defensores do Estado laico são ‘intolerantes’, diz apresentadora
dezembro de 2012


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...