Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Juiz manda retirar de portal a frase ‘Rifaina é do Senhor Jesus’

 Edivaldo Batista Ferreira
Para vereador evangélico,
cidade é só dos cristãos
O desprezado Estado laico brasileiro conseguiu, afinal, se impor na pequena cidade paulista de Rifaina, graças à decisão do juiz Luiz Gustavo Giuntini de Rezende.

O juiz determinou em liminar que a Prefeitura Municipal retire imediatamente do portal da cidade a frase “Rifaina é do Senhor Jesus”, em ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual. Haverá multa diária de R$ 1 mil em caso de descumprimento da sentença.

A cidade tem cerca de 4.000 habitantes e fica a 479 km de São Paulo.

Quem apresentou em 2013 o projeto de lei para que a cidade se tornasse de Jesus, com a “afixação obrigatória” da frase no portal, foi o vereador evangélico Edivaldo Batista Ferreira (PMDB), na foto. No dia da aprovação do projeto, representantes da comunidade evangélica compareceram à Câmara para festejar.

A nova lei foi vetada pelo prefeito Abrão Bisco (PTB) porque ele entendeu que se trata de uma agressão ao Estado laico. A Constituição determina que nenhuma instância de governo pode se envolver direta ou indiretamente com quaisquer crenças religiosas.

Mas Ferreira mobilizou seus companheiros de Câmara, e o veto do prefeito foi derrubado em uma votação apertada, 5 contra 4. Só que os transgressores da laicidade não esperavam que o Ministério Público entrasse com uma ação pública.

Na liminar concedida no dia 18, Rezende disse que, diferentemente do que o vereador evangélico acha, Rifaina não é só dos seguidores de Jesus, mas dos de Buda, Moisés, Maomé e também dos ateus.

“Sabe-se que Jesus é símbolo do cristianismo, e esta não é a única forma de religião”, disse o juiz.

Afirmou que o poder público não pode impor que a cidade seja “exclusivamente de Jesus Cristo”.

A prefeitura já livrou o portal do proselitismo evangélico.

Com informação do GCN.





Prefeito põe portal ‘Senhor Jesus’ onde precisa de passarela
março de 2012

Religião na política    Religião no Estado laico


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...