Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Manaus quer livrar templos de licenciamento ambiental

Decisão de Bosco Saraiva privilegia
tempos religiosos e construtoras
Em regime de urgência, o prefeito em exercício de Manaus (AM), vereador Bosco Saraiva (PSDB), na foto,  enviou ao final de 2013 à Câmara Municipal proposta para dispensar obras de novos templos religiosos da apresentação de licenciamento ambiental. Se aprovada, a medida valerá também para construtoras e pontos de venda de gás GLP.

De acordo com o projeto assinado por Saraiva, atividades de “reduzido potencial poluidor e degradador” serão dispensadas de ter o documento ambiental.

A prefeitura informou que serão apenas os escritórios das construtoras que não precisaram mais do licenciamento e que, portanto, a medida não vale para os empreendimentos para os quais são contratadas.

Ainda não há previsão da data em que o projeto será levado ao plenário para votação.

O jornal Em Tempo acusou o governo de se render aos vereadores porta-vozes das igrejas, promovendo um atentado ao Estado laico brasileiro.

Em Tempo foi irônico: “Essas construções [das igrejas], pobrezinhas, coitadas, como quiseram promover, são ofensivas de ocupação de mais territórios, estimuladas pela política de metas (acumulação primitiva do capital) das grandes denominações: os fiéis são obrigados a provar que podem criar pirâmides egípcias em nome de Jesus”.

No Amazonas, as religiões tem influenciado a política e a administração pública cada vez mais.

Em dezembro, o CME (Conselho Estadual de Educação) divulgou resolução com normas para a admissão de professores de religião.

O sociólogo Marcelo Seráfico, professor da Universidade Federal do Amazonas, disse ser um absurdo o Estado propor uma disciplina de ensino religioso. “A escola deveria ser laica”, disse.

Para Em Tempo, as igrejas estão demonstrando que querem terceirizar a catequese. Observou que quem vai pagar os serviços de catequização é o contribuinte, que não “tem nenhuma obrigação de resolver os problemas dessas embaixadas dos deuses aqui na terra”.

Com informação de A Crítica, entre outras fontes.





Deputado quer dinheiro do FGTS para construção de templos
janeiro de 2012

Religião no Estado laico


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...