Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

......................................................................................

domingo, 29 de dezembro de 2013

Cristãos americanos rejeitam doações de ateus e humanistas

Hemant Mehta
Hemant Mehta disse que o dinheiro de
sua fundação foi recusado oito vezes
Em 2011, a American Cancer Society, uma entidade de pesquisa subsidiada por doações, recusou US$ 250.000 da Beyond Stiefel, uma fundação de ateus e livres pensadores. A direção da sociedade alegou que não poderia aceitar doações de fundações, conforme está estabelecido em estatuto. Mas Hemant Mehta (foto), presidente da fundação, afirmou ter certeza de que o dinheiro foi rejeitado por ter vindo de descrentes.

Não se trata de caso único, porque rejeição de cristãos à caridade de ateus ocorre com frequência nos Estados Unidos..

Três exemplos recentes: Em Kansas City, Missouri, ateus de ofereceram para ajudar um grupo cristão na distribuição de refeições no Dia de Ação de Graças. Os cristãos afirmaram que não precisam da colaboração de ninguém. Em Morton Grove, Illinois, a direção de um parque de convívio recusou a doação US$ 3.000 de um grupo de ateus com o argumento de que não podia ficar vulnerável diante da Primeira Emenda da Constituição. Na cidade de Spartanburg, na Carolina do Sul, o presidente de uma entidade cristã renunciou ao cargo para não ter de aceitar a ajuda de ateus na distribuição de sopa aos pobres.

Embora não faça nenhum proselitismo da descrença, a Fundação Beyond Stiefel teve sua ajuda recusada em pelo menos oito vezes. Em uma delas, uma Igreja da Carolina do Sul negou-se a receber US$ 3.000 cobrir uma pichação com dizeres ateístas.

A fundação já doou o total de US$ 1,4 milhão a entidades filantrópicas, algumas delas ligada a religiões. Um pastor que apanhou de uma pessoa que se dizia “ateu militante” aceitou US$ 3.000 da fundação para os cuidados médicos..

Mehta disse que cristãos rejeitam o dinheiro da fundação par achá-lo “sujo”. “É frustrante.”

Afirmou que é um erro achar que a maioria das pessoas faz doações para a “glória de Deus” ou porque assim determina a escritura. “Acho que as pessoas fazem caridade porque têm bom coração e sentem empatia com os necessitados, e isso independe de religião.”

No Brasil, aparentemente entidades cristãs e líderes religiosos não se importam em receber o dinheiro “sujo” dos ateus. O pastor Silas Malafaia, por exemplo, falou em mais de uma oportunidade que entre seus doadores há católicos e ateus.

Com informação da Religion News Service.





Ateus são mais caridosos que crentes, sugere estudo
maio de 2012

Ateísmo


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...