Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Igreja Católica pede orientação a Dirceu sobre como pagar dívida

José Dirceu
Dirceu teria aconselhado a venda de hospital
e cemitério; dívida é de R$ 100 milhões  
A Igreja Católica recorreu aos conselhos do lobista de grandes empresas e petista José Dirceu (foto) para pagar uma dívida estimada em R$ 100 milhões que contraiu com a visita ao Brasil do papa Francisco e a realização da JMJ (Jornada Mundial a Juventude).

Dirceu teria aconselhado a Igreja a vender o hospital Quinta D´Or, no Rio, o que já ocorreu, e o cemitério de Catumbi, um bairro da mesma cidade, negócio ainda não concretizado.

O petista foi condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) como chefe da quadrilha do mensalão.

Quem entrou em contato com Dirceu foi dom Orani Tempesta (na foto abaixo), arcebispo do Rio.  A colunista Mônica Bergamo, da Folha, informou que Tempesta é amigo de Evanise Santos, ex-mulher do petista.

Orani Tempesta
Tempesta recorreu
ao lobista petista
De acordo com ela, o petista aconselhou a venda de patrimônio para que a Igreja não tenha de recorrer a empréstimos bancários e, consequentemente, suas elevadas taxas de juros.

O ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência e católico praticante, também estaria assessorando a Igreja a sair da enrascada em que se meteu.

No caso de o cemitério Catumbi ser vendido, os restos mortais dali seriam transferidos para um crematório a ser construído no local.

O problema é que há no cemitério jazigos eternos e suas famílias proprietárias poderão não concordar com o negócio.

Com informação da Folha.





Deputados do Rio liberam R$ 5 mi para evento católico
dezembro de 2011

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...