Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sexta-feira, 22 de março de 2013

Vereador e pastor de Malafaia concede medalha ao seu chefe

Alexandre Isquierdo
Isquierdo disse que
deve muito ao seu líder


No Rio, o vereador Alexandre Isquierdo (PMDB), na foto, propôs e a Câmara aprovou a concessão da medalha "Pedro Ernesto" ao pastor Silas Malafaia, que tem se destacado por suas opiniões polêmicas sobre homossexualidade.

Isquierdo está fazendo uso de seu mandato popular para homenagear o seu chefe, porque ele é pastor auxiliar na igreja de Malafaia, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

Malafaia apoiou Isquierdo na campanha política, e agora o vereador admitiu que a medalha “é uma forma de reconhecimento, de gratidão”.

“Sei que tudo que envolve o pastor Silas é polêmico, mas é uma prerrogativa do vereador fazer essas homenagens”, disse Isquierdo ao “O Globo”. “O que não pode é aprovar [a homenagem] para um bandido.”

Isquierdo recebeu apoio de
Malafaia na campanha eleitoral
O PSOL emitiu nota com o esclarecimento de que a homenagem só foi aprovada sem questionamento porque a proposta de Isquierdo foi votada simbolicamente junto com as contas de 2012 da prefeitura. “A bancada estava concentrada na análise e fiscalização desse relatório [das contas].”

O partido informou que vai tentar cassar a homenagem, porque “Malafaia é hoje um dos principais expoentes do fundamentalismo religioso do Brasil, incentivando a intolerância frente aos direitos das mulheres e dos homossexuais.

O PSOL lembrou duas frases de Malafaia: “‘Eu não acredito que dois homens e duas mulheres tenham a capacidade de criar um ser humano’ e ‘Amo os homossexuais como amo os bandidos, os assassinos’”.





Com informação das agências.

Homenagem de vereadores a Malafaia vira moção de repúdio
agosto de 2011

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...