Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sábado, 16 de março de 2013

Ateus tentam de novo tirar do dólar a referência a Deus

In God We Trust
Frase foi introduzida no dinheiro para fazer proselitismo cristão
A FFRF (Freedom From Religion Fondation), que representa ateus e agnósticos dos Estados Unidos, e 19 pessoas moveram uma ação civil pública contra o Departamento do Tesouro para que retire do dólar (moedas e cédulas) a expressão In God We Trust ("Em Deus nós confiamos'). Essa é a quarta vez que uma entidade ou pessoa física recorre à Justiça reivindicando a supressão da frase.

Dan Barker, co-presidente da FFRF, disse que a referência no dinheiro a um entidade divina viola a laicidade determinada pela Constituição e a Lei de Restauração da Liberdade Religiosa de 1993.

Além disso, segundo ele, trata-se de uma ofensa aos descrentes e aos livres pensadores que, como têm de usar dinheiro, divulgam involuntariamente uma mensagem na qual não acreditam. “A mensagem pertence às igrejas, que são instituições privadas”, disse. “E nós não somos missionários para compartilhá-la.”

Afirmou que a frase foi inserida no dólar na década de 1950 com o objetivo de fazer proselitismo do cristianismo. Segundo ele, a ideia era distribuir a mensagem para o mundo, já que o dólar está em todo o lugar.

Barker afirmou que, de lá para cá, muita coisa mudou em termos de religiosidade, inclusive nos Estados Unidos, onde uma a cada cinco pessoas não segue nenhuma crença. Argumentou que o governo não pode forçar os descrentes a fazerem proselitismo do monoteísmo cristão dentro ou fora do país.

Informou que a FFRF só quer suprimir a frase, e não substituí-la por outra.

“Não estamos sugerindo que o lema seja alterado para “Deus não existes” ou para “Não acredito em Deus”, porque isso seria ofensivo para com os crentes”, afirmou. Além disso, “o governo tem de se manter neutro, sem promover a crença ou a descrença.”





Com informação do Christian Post, entre outras fontes.

Deputado evangélico quer que Deus seja obrigatório no real
fevereiro de 2013

Religião no Estado laico

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...