Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Malafaia condena masturbador com sete trechos bíblicos

Pastor argumentou que
Bíblia diz o 'orgasmo para
si mesmo' é pecado
O fato de a Bíblia não condenar explicitamente a masturbação não impediu que o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, citasse 7 trechos das escrituras para concluir que a prática contraria “os princípios” de Deus.

Segundo o pastor, os “textos genéricos” (a expressão é dele) que podem ser usados para reprovar o onanismo são Gênesis 2:24 e 38:6-8; Romanos 6:12; Romanos 6:23; 1 Coríntios 6:12; 1 Tessalonicenses 4:3-5; e 2 Pedro 2:19.

O mais dramático deles pune, na interpretação do pastor, o masturbador com a morte. “Deus dotou o ser humano com um código moral, e toda vez que o infringimos há tristeza, dor, culpa, porque o salário do pecado é a morte (Romanos 6:23)”, escreveu o pastor em seu site, o Verdade Gospel.

Malafaia citou Gênesis 2:24 para lembrar que Deus criou o homem e a mulher para um complementar o outro, o que significa, segundo ele, que “o orgasmo para si mesmo” é pecado.

O Gênesis 38:6-8 é o do Onã, que, na relação sexual com sua mulher, dava um jeito de derramar o esperma na terra. Para Malafaia, Onã deu origem à palavra onanismo porque ele praticava uma “masturbação disfarçada”.

O pastor usou 2 Pedro 2:19, Romanos 6:12 e 1 Coríntios 6:12 para afirmar que o masturbador se torna escravo do seu desejo.

“Alguém consegue masturbar-se sem imaginar um ato sexual, sem ter fantasias eróticas e sem deixar-se dominar pela lascívia ou pela luxúria?”, indagou. “Após ceder à masturbação, a pessoa consegue ficar isenta da vergonha e da culpa?”

Ele aproveitou a pregação para, nas entrelinhas, condenar a homossexualidade, ao escrever que é não apenas a masturbação, “mas qualquer prática sexual sem o compromisso do casamento entre um homem e uma mulher está fora do projeto de Deus, é pecaminosa e traz consequências funestas para o ser humano”.

Íntegra da pregação do pastor.





Religião atrofia o cérebro, revela estudo da Universidade Duke
maio de 2011

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...