Dispara no Brasil a busca pela palavra 'ateu', revela Google



Em abril de 2012, o Google Brasil registrou o maior volume de busca pela palavra “ateu”. O maior índice de interesse é representado por 100, o que significa que, desde 2004, quando a pesquisa começou a ser tabulada, houve um aumento de 85%. Naquele ano, o volume de busca pela palavra foi 54.

Aumentou no Brasil
interesse pelo ateísmo
O gráfico gerado pela página Trends do Google (ver acima) mostra uma curva em ascensão, com um salto a partir de novembro de 2011, quando o volume de busca de 65 foi para 91 em dezembro do mesmo ano. De acordo com a projeção do Google, o volume de busca de dezembro de 2013 registrará novo recorde. O buscador não fornece o número absoluto das buscas, em milhares ou milhões.

Na lista de termos relacionados, “o ateu” apareceu com o maior volume de interesse, vindo em seguida “deus ateu”, “ser ateu” e "ateus" (ver abaixo os dez termos mais solicitados).

Na opção “título das notícias”, o Google informa, por exemplo, que em dezembro de 2011 a informação mais acessada foi “Polêmico jornalista e ateu britânico Christopher Hitchens morre nos EUA aos 62 anos”, da BBC Brasil.

A página Trends oferece a opção de comparação entre as palavras pesquisadas. No mesmo período, “cristão”, por exemplo, caiu de 100 em setembro de 2004 para 76 em dezembro de 2012.

O Google não publica interpretação de suas pesquisas, mas a conclusão mais óbvia é que aumentou o interesse dos brasileiros pelo ateísmo.

Termos relacionados de maior interesse
Interesse por região
Houve queda por "cristão"
Católicos deixarão de ser maioria em 2030, prevê demógrafo
julho de 2012

Estatística das religiões no Brasil

Comentários

  1. Isso mostra um aumento dos brasileiros de tentar entender a filsofia ateísta. Isso não significa que as pessoas que estão pesquisando se tornarão ateus!

    Melhor assim, queremos ateus com qualidade e não com quantidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ser ateu não é filosofia.

      Entretanto a filosofia se divide em dois grandes campos idealismo (não confundir com ter ideais) e materialismo.

      Idealismo: explicar a realidade e a matéria como gerada pelo mundo das ideias. Entenda-se deus, espíritos etc.
      Materialismo: explicar o pensamento como produto da mente, esta do cérebro. Por fim este sendo matéria.

      Há ateus que são idealistas: Budistas.
      Há teístas que são materialistas: Atomismo de Epicuro.

      Excluir
    2. Discordo com o colega de cima.

      Ateísmo é Filosofia da Religião, assim como o Teísmo, Agnosticismo, Deísmo, Monoteísmo, Politeísmo, Henoteísmo, Panteísmo, Panenteísmo, etc.

      Excluir
    3. também discordo. O ateísmo nunca foi somente a descrença ou crença na inexistência. Esse é só o conceito puro. O ateísmo é filosofia de vida porque engloba vários outros aspectos existenciais e práticos de conclusões decorrentes da idéia principal.

      o ateísmo é até mais que filosofia, é ideologia.

      Excluir
    4. Ateísmo é filosofia de religião?
      Então explica seus preceitos filosóficos...

      Excluir
    5. Simples. Filosofia nos faz pensar. E o Ateísmo é a arte de pensar merda. Logo seria uma espécie de anti-filosofia.

      Excluir
    6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    7. Se ateu pensa merda, o teísta pensa um oceano de merda enquanto o ateu nem enche um penico. Alias, seus livros sagrados funcionam para os crente como verdadeiros laxantes. Entendeste, crentelho?

      Ruggero

      Excluir
    8. na verdade pensar merda é coisa de religião... Ateismo é pensar livre!!

      Excluir
    9. Filósofo Francisfalo Niteo Rêgo3 de dezembro de 2012 23:07

      Há ateus que são materialistas: Realismo ontológico e epistemológico de Bunge ou Psillos.

      Há ateus que são céticos: cartesianismo de Descartes.

      Há ateus que são empiristas lógicos: Logicismo de Frege, Carnap, Russell, Schlick, Wittgenstein, Quine...

      Há ateus que são existencialistas: o niilismo ateu de Nietzsche, absurdismo de Camus, a filosofia de Sartre.

      E por fim, ateus que são burros pra cacete: o neopositivismo e o "Selfish Gene" de Dawkins; que são pura ficção e charlatanismo.

      Só para constar que a filosofia se estende para outros campos. Não apenas o idealismo e o materialismo.

      Excluir
    10. "E o Ateísmo é a arte de pensar merda"

      Não é os Ateus que acredita em mar se dividindo, agua que vira vinho, pão que se multiplica, cobras que falam, bastão/cajado que vira cobra e muitos outros absurdos que so podem existir na imaginação kkkkkkkkkkkk

      Excluir
    11. Poxa, nunca vi uma discussão de tanta "inteligência" aqui...
      Cada pessoa pensa o que é ateísmo de forma diferente.

      Pensar MERDA qualquer ser humano pensa e não me retiro da lista. Porém isso não é exclusivo do "fulano X" ou "fulano Y" ou etc. Todos aqui mostraram um nível de preconceito e julgamento preocupante. Antes de chamar um religioso/ateu de "pensador de merda", temos que entender por que pensam assim. Todos temos necessidades diferentes, com sensibilidades diferentes. Então aqui devia haver respeito.

      Ateísmo, apesar de ter conotação negativa, significa "sem deus" e não se veicula a nenhuma ideologia. Vejam os vídeos abaixo e entenderam o que eu estou falando:
      → http://youtu.be/pjgcLwtXbJ4
      → http://youtu.be/m-1gvMl_nkI

      Excluir
  2. Deve ser os crente que se enfia até em sites de culinária pra ficar enfernizando as pessoas que quer saber de culinária e não de jesus, então agora eles pra não passar tanta vergonha estão pesquisando sobre o que é o ateismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles procuram mais o ateismo do que g-Zuis.

      Excluir
  3. Sou ateu, mas isso é pura manipulação, experimente colocar no google trends jesus x ateu e vai ver a infeliz realidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu o seguinte: "Não há volume de pesquisas suficiente para exibir os gráficos."

      Ou seja, Jesus não tem a menor chance contra os Ateus kkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Sim,com o avanço do secularismo,é normal que o interesse das pessoas aumente,afinal,tempos atrás,ateu significava ser ruim.

    ResponderExcluir
  5. Ateu, esse desconhecido !

    ResponderExcluir
  6. o ateísmo tem que vir pra somar. Se for pra ficar na farofa como fizeram as religiões, já vai tarde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devia ter seguido o exemplo e pesquisado pra não falar essa babaquice.

      Excluir
    2. Técnica Neo-Ateísmo: Criticismo sociológico das religiões valida o Ateísmo.

      Excluir
    3. Ateísmo veio subtrair as baboseiras crentóides, só isso.

      Excluir
    4. que seja. Desde que não venham com baboseiras ateístas, tudo bem.

      Excluir
    5. 100% do conteúdo ateísta = Não acreditar em deuses.

      O resto pode ser qualquer coisa, menos coisas atribuídas ao ateísmo, que é pura e simplesmente a descrença em deuses e nada mais.

      Excluir
  7. Esses números se referem, em maioria, aos cristãos que buscam fazer patrulhamento (fiscais de fiofó alheio) e saber quais são as "difamações" que os ateus estão fazendo contra os cristãos.

    Alguns fazem a busca para participar trollando em sites ateístas, outros para copiar matérias para postar em sites e blogs cristãos, e tem ainda os que fazem as duas coisas.

    Eu, sendo ateu, não me lembro se alguma vez fiz pesquisa pelo termo "ateu" no Google. Aliás, me lembro de buscar "Eu Ateu" (Yuri Grecco) por 2 vezes, e só.

    -------------------

    Curiosidade: Usei o trends para verificar o termo "Gay" e notei que também houve um aumento. Então, resolvi utilizar um termo pejorativo, o tal do "viado" (da palavra "transviado"), e pude notar que os termos relacionados dão a impressão de as buscas foram feitas por pessoas mais ignorantes e curiosas com relação a sexo gay. Eu, sendo gay, nunca havia utilizado tais termos na busca do Google, então fiz um teste e os resultados revelam um "outro universo", de conteúdos mais chulos (assim como o termo "viado"), com muita homofobia e pornografia de quinta categoria, coisas de "homofóbico pra homofóbicos". Que tristeza...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é realmente patético essa associação desse termo chulo com os gays.

      Excluir
  8. Não procede a notícia. Não houve um aumento de buscas por esse termo. O Google simplesmente alterou seu algorítimo e isso teve um impacto em todos os termos em geral.

    Outra coisa, todo mundo sabe o que é ateu, não precisa pesquisar pra saber que é um sujeito que não acredita em divindades, mesmo com as discussões inúteis aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mentira, muita gente não sabe o que é um ateu, eu fui conhecer a palavra com 10 anos por curiosidade e embora já não acreditasse em Deus desconhecia o termo.
      Quando criança eu podia escolher qualquer religião, no entanto não crer em Deus nunca foi uma opção, na realidade o ateísmo antes da internet era tabu.

      Excluir
  9. Aposto que a expressão "deus ateu" é o termo preferido das buscas dos crentes, que não sabem o que é ateísmo (acham que é religião) e pensam que ateus tem um deus (que eles gostam de chamar de "deus do nada").

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus do nada? É melhor: Nada de deus...!

      Excluir
  10. Vejo pelo lado bom: o interesse pelo assunto é o primeiro passo para um possível "conversão" ao ateismo, o qual tem como uma das principais características a busca pelo conhecimento. E quem procura ateu no Google está fazendo justamente essa busca. O ateismo terá um crescimento em progressão geométrica nos próximos anos. Se fizermos um cálculo simples de proporção, veremos que no ultimo Censo os ateus e agnósticos cresceram em número mais que os evangélicos. Os teístas ladram porque sabem que a facilidade de se obter conhecimento nesta era da internet está levando mais e mais gente a questionar as religiões e seus deuses. É o conhecimento que mata os deuses: quanto mais os humanos adquirem o saber, menos deuses resistem à realidade. Muitos eram os deuses cultuados no passado. Hoje, sobrou praticamente só um. O conhecimento cada vez mais acessível se imcumbirá de eliminar esse último e pior de todos os deuses. Mesmo que ainda leve algumas décadas. E muito sangue role por conta da insanidade dos religiosos.

    Ruggero

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa usar aspas em "converter", afinal, a conversão significa mudança de formas, natureza ou opinião.

      Quando alguém muda de grupo, ele se converteu.
      Neste caso específico, são teístas se convertendo a ateístas/ateus.

      Excluir
    2. Ruggero, certamente que haverá crescimento no número de ateus e em boa parte deve-se sim ao acesso à internet, mas concordo com quem disse que esse crescimento nas pesquisas do Google deve-se aos crentes mesmos, preocupados em saber quem eles podem pentelhar, basta ver aqui mesmo no blog do Paulo.

      Excluir
  11. É reflexo do alto numero de olavetes choronas que passam o dia regurgitando fezes em blogs ateistas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho que a coisa esteja mais pra esse lado mesmo.

      Excluir
  12. Embora acredite, sim, que esse aumento no volume de pesquisas pelo termo "ateu" seja resultado de um número maior de religiosos buscando blogs e conversas de ateísmo para intervir (em geral, de modo grotesco), isso demonstra, ao menos, que a revelação da quantidade de não-crentes, devido à "liberdade" (?) de expressão na internet os está incomodando... deixe que busquem... talvez cheguem a artigos secularistas (e não neo-ateístas) que os faça repensar um pouco sobre o que é ser ateu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Artigo secularista pra fazer repensar sobre o que é ser ateu? PQP!!!

      Mas que tipo de "raciocínio" poderíamos esperar de quem usa o termo "neo-ateísta/neo-ateu"? O próprio termo "ateu/ateísta" foi criado por religiosos, com intuito depreciativo, e o conceito e termo "neo-ateu/neo-ateísta" foi criado por fundamentalistas cristãos com intenção de desmoralizar os ateístas militantes (que lutam contra a onipresente opressão religiosa).

      Somente os próprios fanáticos fundamentalistas, bem como seus simpatizantes (e tem bastante ateus e agnósticos nesse balaio) utilizam tais termos ("neo-ateu/neo-ateísta").

      Ateu conservador numa sociedade religiosa conseguem ser tão ou mais detestáveis que fanáticos religiosos, afinal, utilizam seu "título de ateu" para conseguir a simpatia de outros ateus às suas idéias, estas, geralmente defendendo o status quo, porém, de maneira ponderada e dissimulando falsa compreensão (diplomacia) de ambos os lados da discussão.

      Esses, são um perigo, pois são muito poucos os militantes ateístas que conseguem identificar suas estratégias de sabotagem ideológica nos fóruns ateístas militantes.

      Excluir
    2. Defender o "status quo"... putz! Em que mundo você vive, ou quais as suas fontes de informações? A Globo?
      Putz! O status quo atual é exatamente o socialismo, secularismo e esquerdismo. Os governos, a literatura, o jornalismo, as universidades, a música, a arte, enfim... tudo esquerdista, socialista e esse alienado vem falar que os ateus conservadores defendem o status quo...kk

      Excluir
  13. deus ateu foi de morrer D: HUSAH mas isso mostra que pelo menos algumas pessoas religiosas estão começando a procurar mais informações referentes a nós...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morrigan/Ryoko? oO

      Excluir
    2. Omar Motta, pior vc tá certo, muitos evangélicos vem aqui só pra encher o saco.

      Excluir
  14. o povo tá começando a pensar.
    é mais barato que pagar pra um sacerdote pedófilo pra pensar por eles.

    ResponderExcluir
  15. Sobre as buscas no Google:

    "Coração ateu" é uma canção composta por Sueli Costa, cantada por Maria Bethânia e presente na trilha sonora da novela "Gabriela", recentemente (re)exibida pela Rede Globo.

    "ateu feminino" e "feminino de ateu" são, provavelmente, pesquisas escolares ou tira-dúvida sobre língua portuguesa

    Portanto, parece que pouca coisa nessa alegada "busca disparada" pela palavra 'ateu' tem a ver com real interesse das pessoas por ateísmo, mas sim por outros assuntos (busca por mp3, grafias de palavras, etc).

    ResponderExcluir

Postar um comentário