Marketing de filme evangélico usa apelo da 'salvação' para atrair fiéis

Cartaz do filme "Três Histórias, um destino"
Propaganda pede que fiel leve
dois não cristãos ao cinema
O marketing do filme evangélico "Três Histórias, Um Destino" tem conseguido um resultado surpreendente de bilheteira, porque, na avaliação de críticos, trata-se de uma produção ruim.

A explicação é que o marketing tem passado a ideia de que ir ao cinema, nesse caso, é uma missão evangelizadora, pedindo que cada fiel leve ao cinema pelo menos dois não cristãos [leia-se não evangélicos], de modo a divulgar “a mensagem de salvação”. Tem sido divulgado o apelo de que "1 + 2 = 150 mil vidas".

Em três dias, o filme rendeu R$ 530 mil, com sessões em apenas 52 salas. A média de expectadores por sala foi de 1.070, superior à do “007 – Operação Skyfall”, que é o filme campeão de bilheteria. Em sua primeira semana de exibição, "Três Histórias, Um Destino" deve cobrir os seus custos (R$ 2 milhões).

 O filme é o primeiro longa da Graça Filmes, do grupo de empresas do missionário R.R. Soares, chefe da Igreja da Graça de Deus. O enredo teve como base um livro do missionário.

"Três Histórias, Um Destino" foi rodado nos Estados Unidos com atores de lá, para facilitar a sua venda ao mercado americana. As cópias distribuídas aos cinemas brasileiros são dubladas. O crítico Rodrigo Salem, da Folha de S.Paulo, notou não haver no elenco um único ator negro.

R.R. Soares afirmou que os exibidores não queriam o filme por acreditar que seria um fracasso. “Agora, já começaram a telefonar pedindo para ter o longa."  Ygor Siqueira, diretor da Graça Filmes, disse não ser verdade a percepção de que “cristão não vai ao cinema”.

O filme apresenta três histórias de redenção, de um pastor ganancioso, de um casal vítima de uma tragédia e de um menino delinquente que nasceu em uma favela.

O crítico Salem escreveu a que a dublagem é grosseira e o filme é amador e “descaradamente catequizador”.

Comentários

  1. $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ KAKAKA, será que quando esses evanjas morrer o caixão deles vai ter gavetas ,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estes criticos do brasil são uns bostas pois o cinema brasileiro só tem pornografia e safadeza, fora a produção que é um lixo.

      a inveja é uma merda...e a mídia brasileira precisa se aperfeiçoar e tirar o preconceito.

      Excluir
    2. crente não é gente, são zumbis infectados pelo T-vyrus religioso.

      Excluir
    3. É, e a Universal é a Umbrella

      Excluir
  2. Propaganda é a alma do negócio. Isso me faz lembrar do "sucesso" do último livro do Edir Macedo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As afiliadas da RECORD fizeram propaganda em massa, especialmente dentro de seus programas locais!

      Excluir
    2. Macedão só vendeu pros seus aptos, tenho certeza.

      Excluir
  3. Aproveitando até onde dá. A secularização vai aos poucos diminuir a capacidade de ludibriar o povo por meio de falácias, contos, mentiras, etc

    ResponderExcluir
  4. Satanás o Único e Verdadeiro .Eu Sou.11 de novembro de 2012 18:04

    _Nenhuma antiga falsidade se tornará verdade para mim; nenhum dogma sufocante emperrará minha pena!

    _Eu me livrei de todas as convenções que bloqueavam o meu sucesso e felicidade na Terra.

    _Eu me ressuscitei em rigorosa invasão no padrão do poderoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Louvado seja Lúcifer, o verdadeiro Senhor do mundo!

      Excluir
    2. amen doim torradinho quem vai quere?

      Excluir
    3. Só se for torradinho pelo fogo do inferno! XD

      Excluir
    4. e Lucifer tem um ateu aqui querendo te f.... seu

      bosta.


      ODEIO LUCIFERRRR

      Excluir
    5. Nossa, mas o que foi que eu fiz contra você, senhor ateu? oO

      Excluir
  5. Os pilantras de púlpito não se cansam de encontrar aplicações rentáveis para a grana extorqui... digo, dizimo dos fiéis. Até fazer filmes (se é que se pode chamar essa m... De filme) agora fazem! Viram que deu certo com os filmemos espíritas...

    Ruggero

    ResponderExcluir
  6. Se me chamarem pra ir, usarei a clássica frase "Prefiro ver o filme do Pelé".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Prefiro ver o filme do Pelé". [2]

      Excluir
    2. Eles têm essa maniazinha, claro que isso é uma tática muito perspicaz e inteligente, de adjetivar coisas evangélicas e sectárias de "cristãs" quando não seria exatamente isso. Uma mudança de rótulo faz muita diferença. Um filme "evangélico" não atrairia tanta gente quanto um "cristão"!

      "Prefiro ver o filme do Pelé".[3]

      Excluir
    3. Prefiro qualquer filme do kit bengala vendo ele sodomizar uma danada com o seu ka**lhão ha.ha.ha.ha

      Excluir
    4. Que tal ele homossexualizar ativamente um pastor passivo?

      Excluir
  7. Fazer um filme ruim e de poucos recursos render bem é um feito. Lamento por quem vai ver um filme desses, mas fazer o quê?

    Winston Smith

    ResponderExcluir
  8. evangélicos= grana fácil.

    ResponderExcluir
  9. _Eu também lamento, muito mesmo!!!
    _Estão sempre arrumando confusão; estão sempre colocando defeitos; reclamando; criticando..., pobres-coitados!
    _Daqui à pouco, é bem capaz de escreverem que este enredo fere a constituição, o estado laico...!
    _A inveja é triste e é capaz de matar! O sucesso de bilheteria incomoda; a mensagem..., atormenta!
    _A incredulidade é um direito mas..., há quem crê! E daí?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inveja de um lixo desse? Esta delirando,eu tenho nojo.

      RR SOARES DIZ QUEM NÃO DA DÍZIMO ROUBA A DEUS E VAI PRO INFERNO
      http://www.youtube.com/watch?v=rwhL2grbUz8

      Excluir
    2. É a Salamandra, claro que ela está delirando.

      Excluir
    3. A crítica que se faz a filmes leva em conta, apenas, questões técnicas: roteiro, direção, iluminação, fotografia, interpretação etc. Questões morais ou religiosas devem ficar fora dessa análise. Em outras palavras: não é porque esse filme trata de assuntos religiosos que ele, automaticamente, se transforma num ótimo filme. A mensagem pode ser boa e o filme um lixo.

      Excluir
    4. Neste caso, a mensagem, a técnica e o marketing, ambos são um lixo.

      Salamandra só está defendendo o filme por que é uma produção do CUNHADINHO do Edir Macedo, chefe da igreja que ela frequenta!

      Excluir
    5. Salamandra não usa de honestidade intelectual. Se fosse um filme de ateus? Ela estaria descendo o pau!

      Excluir
    6. Calma lagartixa! Toma o rivotril.

      Excluir
    7. /\
      ||
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    8. Eu vi o filme, a convite de minha sogra e achei uma completa merda em todos os sentidos. Alguém de uma chinelada nessa lagartixa !

      Excluir
  10. Gosto muito do filme "21 gramas".
    Lá o pastor era um poço de arrogância, achando que Jesus tinha lhe dado tudo.
    Até que perdeu.
    Essa gente desconhece lógica e matemática, por exemplo.
    Crêem em bobagens porque não sabem, ou não conseguem, entender as coisas, o mundo, a lógica.
    Vêem ligações que não existem, teimam em crêr no que não podem provar ou que é improvável.
    Gente mala.

    ResponderExcluir
  11. Logo sai uma novela evangélica e o drama será de uma recém casada que sofre pressão do seu marido que é um influente pastor evangélico a fazer sexo anal. Ela sofre fazendo muito jejuns e orações pra não ceder ao marido e satisfazer seus desejos sodomitas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor abafa o caso!

      Excluir
    2. Sexo anal? Pensei que isso só fosse questão de gays.

      Excluir
    3. Sandy aproves!
      Me too.

      Excluir
    4. Essa novela eu vou assistir, e torcer por clímax épico!

      Excluir
  12. Essa doutrina da salvação rendeu, e rende até hoje, muito dinheiro.

    ResponderExcluir
  13. Sexo anal, coisa só de gay? kkkkk Você que pensa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele(a) deve ser criança pequena, do contrário, não faz sentido alguém pensar de tal forma.

      Excluir
    2. Já ouviu falar em ironia?

      Excluir
  14. minha nossa, até filmes agora?

    a jihad evangélica está próxima! corram para as colinas, salvem-se!





    hihihihi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é fato: os evangelicos querem dominar o mundo. Devem ser os "separados-do-mundo" mais atualizados (e por dentro) das "coisas do mundo". Ô religiãozinha pra se adaptar a tudo: é tudo gospel; é rock gospel, é comida gospel, é filme gospel, é sexshop gospel, é pai de santo gospel, é carro gospel, é tudo gospel...

      só posso concluir, então, que eles querem o mundo e não o além-mundo.

      Excluir
  15. Não tem negros no filme! E, provavelmente, não tem asiáticos, indígenas e judeus. A Salvação Cristã é só para ocidentais de pele clara.
    Quando é que as pessoas vão abrir os olhos de suas mentes e ver que, servindo ao Cristianismo Ocidental, estão servindo ao Diabo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taí a Salamandra que não te deixa mentir...

      Excluir
    2. Tem algum outro tipo de relacionamento que não seja heterossexual nesse filme?

      Excluir
  16. Estou pensando em abrir uma locadora on line. Os crentes cibernéticos estão crescendo cada vez mais. Vai q cola. E como acessar sites pagos sem pagar é pecado. Eu vou ficar rico. E pra ganhar mais dinheiro dos abestados...vou dividir a assinatura por tipo: evagélico, católico, petencostal, adventista, batista, universal, mórmom, etc....Alguém quer ser meu sócio????

    ResponderExcluir
  17. "1 + 2 = 150 mil vidas" kkkkkkk, a matemática não é o forte de quem passa o dia todo lendo a "briba".

    ResponderExcluir

Postar um comentário