Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Tunisianos protestam contra influência religiosa no governo

Protesto na Tunísia contra interferência da religião no governo
Manifestantes denunciam a "ditadura da religião"
Cerca de 5.000 tunisianos protestaram hoje (22) nas ruas de Túnis, a capital, contra a influência crescente do Islã no governo do país. Eles estavam com bandeira com dizeres como “não à ditadura religiosa” e “o poder pertence ao povo”. 

A Tunísia já foi considerado o mais secular entre os países árabes. Do total do seu território, 40% ficam no deserto do Saara. Tem mais de 10 milhões de habitantes, com 99% de muçulmanos.

A tensão entre secularistas e os religiosos tem aumentado desde as últimas eleições, com a vitória do partido islamista Ennahda, após a derrubada do ditador Zine El Abidine Ben Ali, em manifestações que deram origem à Primavera Árabe.

Os manifestantes de hoje acusam o governo de não controlar o fanatismo religioso, como demonstra, segundo eles, o assassinato na quinta-feira de Lofi Nakd, um político secular.

Beji Caid Essebsi, ex-primeiro-ministro que liderou o governo de transição após a deposição de Ben Ali, acusou o partido Ennahda pela morte de Nakd

Os sacerdotes muçulmanos têm pressionado fortemente o governo a introduzir no país a lei islâmica. Para Essebsi, se isso ocorrer, “será o caos”.

Com informação das agências.

Pastor da Frente Parlamentar quer ser presidente do Brasil.
setembro de 2012

Religião na política.     Religião no Estado laico.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...