Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Jovens com câncer não se tornam mais religiosos, diz estudo

Nadja Ausker
Estudo de Nadja
desafia o 

senso comum
Jovens com diagnóstico de câncer com risco de morte não se tornam mais religiosos. A conclusão é da socióloga de religião Nadja Ausker (foto), da Universidade de Copenhague, que é a maior e mais antiga escola universitária da Dinamarca.

Nadja baseou seu estudo em entrevistas com 21 jovens de idade inferior a 40 anos com câncer que estavam sendo tratados no maior hospital dinamarquês, o Rigshospitalet.

Ela verificou que, entre eles, os não religiosos permaneceram distante das crenças. Já os que tinham uma religião tendiam a reafirmá-la. "As opiniões dos pacientes sobre questões existenciais demonstraram consistência em relação ao antes e o pós diagnóstico”, disse.

A conclusão do estudo se confronta com a teoria da sociologia da religião segundo a qual as grandes conversões são precedidas de crises pessoais. Acredita-se que, nessas circunstâncias, os sentimentos de uma pessoa em relação à religião se solidificam diante de uma crise existencial, como um diagnóstico de câncer.

Nadja disse que não foi isso que seu estudo detectou. “Pacientes com câncer fazem com mais frequência questionamentos existenciais, mas isso não significa que, de repente, eles comecem a rezar ou a frequentarem uma igreja”, afirmou. Câncer não faz ateu se tornar religioso, disse.

Ela contou que, nas entrevistas, houve pacientes que afirmaram que seria hipocrisia da parte deles mudar de prática religiosa ou passar a ter mais fé por causa do diagnóstico da doença.

Com informação da Science Day.





Cristina usa erro médico para dizer que milagre curou seu câncer
fevereiro de 2012


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...