Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Eleitores de São Paulo rejeitam candidato da Igreja Universal

Celso Russomanno
Russomanno prometeu vantagens às igrejas durante a campanha
Em São Paulo, o tucano José Serra, com 30,7% dos votos, e petista Fernando Haddad, com 28,9%, vão para o segundo turno das eleições municipais. Celso Russomanno (PRB) ficou em terceiro lugar, com 21%. Dias antes das eleições, ele tinha 35% das intenções dos votos. A sua queda vertiginosa se deve a vários fatores, e um deles, na avaliação de analistas, é o fato de estar ligado à Igreja Universal, além de ser um candidato sem nenhuma proposta de governo.

O cientista político Marcus Ianoni comentou que as ligações de Russomanno com a Universal mais prejudicaram do que ajudaram. "Russomanno, embora se declare católico, é vinculado a um grupo político (o partido) e a outro midiático (Record) ligado à Universal”, disse Ianoni. “Embora os evangélicos sejam fortes, os católicos também são fortes."

Pesquisa feita pela Datafolha nos dias 26 e 27 de setembro já tinha antecipado que os paulistanos rejeitam candidatos a prefeito com apoio explícito de igrejas. Do total de 1.799 pessoas consultadas, 70% se opuseram a um candidato da Universal e 57% a um ligado à Igreja Católica.

Observa-se que Haddad foi para o segundo turno mesmo com a campanha feita contra ele por lideranças evangélicas, como Edir Macedo e Silas Malafaia, por ter sido o mentor do chamado kit gay quando esteve no Ministério da Educação. Haddad, até por não ter o apoio dos religiosos, criticou várias vezes a intromissão da religião na política.

Do lado dos perdedores, junto com Russomanno, estão Edir Macedo, padre Marcelo Rossi e o pastor
Marcos Galdino (líder da Assembleia de Deus Ministério em Santo Amaro), entre outros. Todos manifestaram publicamente apoio ao candidato do PRB.
A participação de líderes religiosos em campanhas eleitorais parece ser algo sem retorno, mas daqui para frente a tendência é ela não ser supervalorizada pelos candidatos como foi nas eleições de primeiro turno de São Paulo.

Os resultados do primeiro turno destas eleições ainda carecem de uma analise aprofundada, mas o que parece certo é que os pastores não controlam as suas ovelhas tanto quanto eles imaginam.

Sede da Igreja Universal serve de comitê informal de Russomanno.
setembro de 2012

 Em SP, igreja impõe a pastores meta de votos para Russomanno.
setembro de 2012

Religião na política.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...