Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Conselho adverte médico britânico que ameaçou paciente com diabo

Richard Scott
Scott acusou o órgão de classe
de perseguição aos cristãos
O britânico GMC (General Medical Council), que corresponde no Brasil ao Conselho Federal de Medicina, advertiu o médico Richard Scott (foto), 51, que não misture medicina com proselitismo religioso. A advertência ficará por cinco anos na ficha dele.

Em agosto de 2010, em uma consulta de 25 minutos, Scott disse a um paciente de 24 anos com impulsos suicidas que “o diabo perturba as pessoas que se recusam a receber Jesus”. O atendimento ocorreu na cidade de Margate, na Faculdade de Medicina Bethesda Center, que é uma instituição cristã.

Scott é um religioso praticamente. Trabalhou como médico missionário na Índia e Tanzânia.

Ele disse que o órgão de classe persegue os profissionais cristãos porque, argumentou, se o caso envolvesse um médico muçulmano, por exemplo, não seria expedida a advertência.

Foi a mãe do paciente que registrou queixa no GMC contra Scott, com o argumento de que o médico tentou “empurrar” a sua crença ao rapaz. Não há informação sobre a religião da mulher.

Em um relatório de 11 de páginas, o GMC afirmou ter apurado que Scott disse ao paciente que, se ele não se voltasse para Jesus, “iria sofrer pelo resto da vida” e que não teria qualquer ajuda médica. Scott nega que tenha dito algo nesses termos e que apenas tocou no assunto sobre Jesus.

Christopher Hanning, presidente da GMC, disse que Scott causou sofrimento ao paciente ao impor a sua crença religiosa. “Foi um comportamento claramente inadequado.”

Com informação do Christian Post.

'Psicóloga cristã' avisa CRP que manterá em blogs a sua fé.
fevereiro de 2012

Fanatismo religioso.   Ciência versus religião.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...