Movimento Conservador de Israel aprova ordenação de rabinos gays

Rabino Maurício Balter: 
"Somos todos iguais"
O Movimento Conservador de Israel aprovou na sexta-feira (20) a ordenação de rabinos homossexuais, a exemplo do que já ocorre como sua ramificação nos Estados Unidos e na Argentina. A decisão foi quase unânime, por 17 votos contra uma abstenção.

Essa corrente do judaísmo segue à risca a lei judaica, adotando costumes e práticas comuns à ortodoxia. Outras correntes são a ortodoxa e a reformista (dos liberais) — esta já aceita gays e lésbicas como sacerdotes.

O rabino Maurício Balter (foto), presidente da Assembleia Rabínica do Movimento Conservador, disse que a decisão foi um avanço. “Somos todos feitos à imagem de Deus e, portanto, somos todos iguais”, disse. “Foi uma decisão democrática e correta, como mostra o resultado, ninguém foi contra.”

Os judeus ortodoxos têm sido destaque na imprensa internacional por causa de sua discriminação contra as mulheres, mas a aceitação dos homossexuais pelos conservadores significa que o judaísmo, como um todo, está avançado, adaptando-se à contemporaneidade, diferentemente do que ocorre com a Igreja Católica, por exemplo.

Com informação das agências.

Israelense reage a ultraortodoxos e se nega a ficar no fundo de ônibus.
dezembro de 2011

Israelenses pedem que sejam registrados como 'sem religião'.
outubro de 2011

Comentários

  1. Cristãos e evangégues criticando em 3...2...1...

    Robson Kvalo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 0, -1, -2, -3, -4, ....

      Excluir
  2. É complicado. Se nos livros sagrados deles está escrito que gays são abominações por que, então, aceitá-los? Isso mostra que a religiosidade vem se sobrepondo à religião.

    Os religiosos não estão levando os seus textos sagrado tão a sério. Estão fechando os olhos para os versículos que atrapalham na boa convivência e na inclusão social e religiosa.

    É esperado. Faz parte da evolução. Quem não se adapta desaparece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, os judeos só levam a sério o Antigo Testamento. Lá diz que os gays devem ser apedrejados até à morte, mas hoje isso é assassinado. Então, acho que eles estão se tocando que condenar os gays usando textos da Idade de Bronze é uma tremenda bobagem. Talvez eles queiram ser "moderninhos".

      Mesmo assim, é uma evolução.

      Excluir
  3. Deveriam aceitar mulheres também, porque gay pode e mulher não rsrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. éi pô gay é femininamente homem.

      Excluir
  4. A promiscuidade e a falta de vergonha esta se tornando explícita em toda a sociedade, onde antes se prezava a moral e o bom custume, hoje esta superabundando a imoralidade e o decoro social, que DEUS tenha compaixão dessa sociedade imunda e imoral onde as únicas "coisas" que resulta é em AIDS e extinção da família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por isso que a igreja proíbe a camisinha, para facilitar o trabalho de seu deus em se vingar dos pecadores, certo? Porque a AIDS, como instrumento sobrenatural da fúria divina, é incapaz de superar uma barreira de látex.
      Malditos pecadores que criam coisas que o deus cristão não pode superar com seus poderes ilimitados.

      Excluir
    2. Abominação aperfeiçoada por Sauron, volte para as cavernas de Mordor, e por lá pereça.

      Excluir
    3. O que dizer para alguém tão fechado e ignorante mentalmente?

      Excluir
    4. Esse aí pra ser burro só falta comer capim.

      Excluir
    5. Beatriz, pergunte onde está Deus.

      Excluir
    6. imundo e imoral sao essas seitas evangelicas.... rsrsrsrsrsrs

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Judeus Ortodoxos ainda tem muito para evoluir, só que isto já mostra um avanço. Sempre quando as minorias ou os fragilizados estão ganhando mais direitos e sendo mais respeitados, as religiões passam a aceita-los em seus templos, para não serem taxados de preconceituosos pela imprensa e perderem fiéis por isso.

    A história estar ai para provar isto: Aconteceu o mesmo com os Judeus. Eles eram perseguidos por não creem em Jesus Cristo. Foram apedrejados e chamados de hereges pela denominações cristãs. Martinho Lutero chegou a publicar um livro chamado ''Judeus e suas Mentiras'' que incentivou o Nazismo do católico Hitler, tanto que este agradeceu a Lutero em sua auto-biografia ''Mein Kampf''.

    Porém, Adolf Hitler perdeu a 2º Guerra Mundial. Onde 6 milhões de Judeus foram mortos em campos de concentração ou em campos de trabalhos forçados. A 2º guerra foi um dos períodos mais sangrentos da história da humanidade.

    Com a chacina de Hitler sendo altamente reprovada pela imprensa, e a população ocidental sendo - hipócrita ou não - contra o anti-semitismo; Não havia condições das Igrejas Católicas e Protestantes, continuarem com suas pregações anti-semitas.
    Quando a mídia convence a população a reprovar o preconceito e aprovar o respeito e a igualdade, a igreja se desfaz de seus preconceitos para não perderem fieis e ser vista como inclusiva, por que para ''Deus todos são iguais''.

    Por isso, eu acredito que a melhor forma de se acabar com a homofobia, é a mídia mostrar que ela é tão desprezível quanto o racismo e o anti-semitismo.
    A população, principalmente a brasileira, tem a mente ditada pela mídia. O brasileiro é um dos povos mais influenciados e menos pensantes do mundo. Se a mídia começar fazer a cabeça da população contra a homofobia, e contra os discursos de ódios pregados por algumas denominações cristãs, é questão de tempo para as igrejas mudarem a sua postura para mostrar que é inclusiva e tolerante.
    Quando isso ocorre, é muito mais fácil acabar com o preconceito tendo apoio da igreja; Já que tudo que ela diz que é correto, fica como correto para os 2 bilhões de cristãos espalhados no mundo. Sendo mais de 70% da população brasileira.

    Não gosto de religião, mais eu fico feliz dela ser tão hipócrita a ponto de mudar seus conceitos por causa da mídia para passar uma imagem de benevolente. Pelo menos assim, ela ajuda acabar com o preconceito mesmo sendo por interesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com alguns pontos e discordo de outros Beatriz Alencar. Se isso for uma atitude hipócrita, mesmo que velada, ainda existiram àqueles que sentiram aversão dessa forma de "respeito" e inclusão, de qualquer forma essa postura é melhor do que agressão e violência sem sentido.

      Excluir
    2. É uma atitude hipócrita sim anonimo.... Pense, como estaria o mundo se hoje não existisse Estado Laico e Direitos Humanos? Ainda teríamos Cruzadas e Santa Inquisição.
      A Igreja na idade média, cumpria exatamente o que a Bíblia dizia... Só para citar exemplos: Cumpriu o que a Bíblia dizia sobre as mulheres e adorar outros deuses além do deus Cristão. Hoje, tudo isso é ignorado e a igreja não diz para as mulheres se cobrirem com véu nos cultos, por exemplo. Mesmo estando escrito para elas fazerem isso no seu livro sagrado.
      A igreja muda, de acordo com as mudanças do mundo, para não perder fieis, mesmo que tenha que ignorar o livro sagrado que eles tanto defendem com unhas e dentes. Não deixa de ser hipocrisia.

      Excluir
  7. Igreja anglicana, e agora a ortodoxa de israel, vê se aprende malafaia.

    ResponderExcluir
  8. O crente deveria dizer , deus não aprova teu comportamento mais senta aqui e coma com a gente e que deus tenha piedade de você no dia do juízo vamos orar por você.

    Não era isto que era pra esperar dos religiosos ???

    ResponderExcluir
  9. Judeu ortodoxo e contemporaneidade na mesma frase não combinam.
    Isso aí só prova o machismo dos praticantes dessa religião.Aos homens, gays ou não, tudo é possível.Mas vamos checar se eles permitem lésbicas entre as adeptas.
    Ou se já pararam c/ a palhaçada de não permitir que mulheres se misturem aos homens no templo (elas se sentam na direita, e os homens à esquerda.Alguns templos as colocam até atrás, no fundo).
    No rodapé do post tem um link pro post daquela moça que se recusou a se sentar no fundo do ônibus em Israel e só faltou ser espancada pelos barbudos de chapéu.

    Vou te falar. Religioso "antenado" é aquele que chuta o balde e vai viver sua vida.Só isso.

    ResponderExcluir
  10. Sendo um Movimento Conservador, isso me surpreendeu muito. Isso quer dizer que as coisas estão mudando de forma drástica, e pra melhor. Ao poucos, chegam lá. Agora só falta eles tratarem as mulheres com o devido respeito que elas merecem.

    ResponderExcluir
  11. Comcordo com o Luan e os rabinos gays agora deveram lutar pelos direitos da mulher, IGUALDADE :D

    ResponderExcluir
  12. As igrejas estão aceitando as diferenças por interesse financeiro, nesta igreja tem Efesios 5, agora não têm mais aceitamos as mulheres ( o dindin delas), aqui nesta igreja não tem casamento de branca com negro, mas agora tem aceitamos dinheiro negro, nesta igreja seguimos levico 20 mas resolvemos mudar de idéia não têm mais homofobia aceitamos dinheiro "colorido" e viva a igualdade por altruismo, somos aceitos pelo bom carater que temos ou pelo dinheiro que conseguimos?

    ResponderExcluir

Postar um comentário