Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Jones queima Corão em protesto contra prisão do pastor Yussef

Pastor Terry Jones queima um Corão
Pastor americano radical provoca os radicais do Islã
O pastor Terry Jones (foto), de uma igreja de Gainesville, na Flórida (EUA), queimou no sábado (28) um exemplar do Corão e uma caricatura de Maomé em protesto contra a prisão no Irã do pastor Yussef Nadarkhani. Para os muçulmanos, trata-se de uma blasfêmia. 

A queima do Corão foi transmitida pela internet, onde foi postado um vídeo de 40 minutos [ver trecho abaixo] da "cerimônia".

A imprensa de Gainesville noticiou que cerca de 20 pessoas compareceram ao ato. As imagens do vídeo não mostram o rosto de ninguém, só de Jones e de três outros membros da igreja que falaram sobre a prisão do iraniano. Jones destacou que estava amparado pela Constituição, que garante a livre manifestação de opinião.

Preso em outubro de 2009, Yussef foi condenado à morte em setembro de 2010 por ter se convertido ao cristianismo aos 19 anos. Em julho de 2011, a Suprema Corte anulou a condenação e enviou o processo à província de Gilan, ao norte do Irã, onde o pastor nasceu. Caberá à Justiça do local anunciar uma nova sentença.

Em março de 2011, Jones já tinha queimado um Corão em represália ao ataque às torres gêmeas de Nova Iorque. Na época, houve protestos com violência de muçulmanos.

Agora, o Irã condenou a ação de Jones e advertiu o governo americano de que poderá haver “indignação” do mundo islâmico caso o pastor continue ofendendo Maomé.

Corão em chamas

video

Íntegra do vídeo.

Com informação das agências. 

Quem queimar o Alcorão deve ser morto, afirmam aiatolás.
setembro de 2010

Fanatismo religioso.    Religião contra religião.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...