Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quarta-feira, 7 de março de 2012

Discriminação às minorias é mais forte em países de única religião

do site da ONU

Bielefeldt fez
 advertência sobre 
o uso da religião
O relator sobre direitos humanos da ONU, Heiner Bielefeldt (foto), afirmou ontem (06/03) que estados teocráticos de religião única correm o risco de alienar as minorias e discriminar membros de outras religiões.

 Ao discursar no Conselho de Direitos Humanos, Bielefeldt apresentou seu mais recente relatório sobre liberdade religiosa ou de crença e sobre problemas de reconhecimento religioso.

“Parece difícil, se não impossível, conceber uma ‘religião de Estado’ oficial que na prática não tem efeitos adversos sobre as minorias religiosas, porém discrimina seus membros”, ressaltou Bielefeldt, que também alertou contra o uso da religião “oficial” para fins políticos de identidade nacional.

O novo relatório analisa os principais problemas que afetam o direito à liberdade religiosa no mundo – dos limites impostos a grupos religiosos por procedimentos rígidos de registro ao risco que a religião oficial representa para grupos minoritários.

Bielefeldt pediu aos países para oferecerem opções “rápidas, transparentes, justas, inclusivas e não-discriminatórias” para as comunidades religiosas alcançarem o status de pessoa jurídica, que é frequentemente necessário para o desfrute pleno da liberdade de culto.





ONU critica Brasil por permitir ensino religioso em escolas públicas
maio de 2011


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...