Prefeitura de SP vai comprar 5 mil camisetas para caminhada católica

Kassab tem agradado os religiosos,
sacrificando o Estado laico
A prefeitura de São Paulo abriu hoje (29) licitação para a confecção de 5 mil camisetas que serão distribuídas aos participantes da 28ª Caminhada da Ressurreição, que será realizada durante a Páscoa, no dia 7.

Além disso, a SPTuris, órgão da prefeitura, vai contratar cinco trios elétricos e pagar o sistema de som da caminhada.

A decisão do prefeito Gilberto Kassab é ilegal porque a Constituição Federal impede que o governo, em suas diversas instâncias, promova ou tenha qualquer tipo de envolvimento com atividades religiosas.

No ano passado, o prefeito liberou o Estádio do Pacaembu para a comemoração do centenário da Assembleia de Deus. Antes, ele já tinha cedido o local para um evento da Igreja Universal.

O Kassab também tentou legalizar a incorporação de uma área pública pela Igreja Mundial, que está construindo um templo na zona leste da cidade. Ele acabou desistindo porque não teve o apoio de alguns vereadores, além de o caso ter sido divulgado pela imprensa.

Para a criação de seu partido, o PSD, ele contou com a ajuda de igrejas evangélicas na coleta de assinaturas para o envio à Justiça Eleitoral.

O Ministério Público poderá pedir à Justiça o cancelamento da licitação para a compra das camisetas.

MP quer que prefeito explique uso de estádio para atividade religiosa.
novembro de 2011

Religião na política.    Religião no Estado laico.

Semelhantes

Postagens mais visitadas deste blog