Mulher fumante tem mais chance de adquirir transtorno mental

As fumantes correm maior risco de sofrer de TMC (Transtorno Mental Simples) em relação àquelas que não fumam. E as que sofrem desse tipo transtorno têm maior predisposição para adquirir o vício de fumar. O TMC é caracterizado por sintomas como esquecimento e dificuldade de concentração.

Essa é a conclusão da pesquisa de mestrado da psicóloga e mestre de saúde pública Danuta Medeiros. Ela constatou que entre os homens o tabagismo não funciona como agravante para a ocorrência do TMC.

A pesquisa teve como base 3.350 entrevistas domiciliares com homens e mulheres com idade a partir de 16 anos feita em 2003 pelo serviço municipal de saúde de São Paulo.

O TMC é de difícil diagnóstico porque seus sintomas passam despercebidos ao serem confundidos com os da ansiedade, insônia e dor de cabeça, por exemplo.

Para Danuta, a constatação de que as fumantes estão mais afeitas à doença poderá ajudar os médicos no diagnóstico, além orientar as autoridades nas campanhas de prevenção.

Ela lamenta que a associação entre esse tipo de transtorno e ao tabagismo seja visto como “frescura” pelo senso comum.

Com informação da Agência USP.

maio de 2010

1 comentário