Polícia responsabiliza médico pela morte de dois pacientes

Denis Conci Braga A polícia vai indiciar o gastroenterologista Denis Conci Braga (foto), de Joaçaba (SC), por homicídio culposo (sem intenção de matar) pela morte de dois pacientes.

Joaçaba tem 25 mil habitantes e fica a 419 km de Florianópolis, capital do Estado.

Na sexta (14), Maria Rosa dos Santos, 57, e Santa Aparecida Sipp, 62, morreram após exame de endoscopia feito pelo médico na Conci Clínica Médica, um estabelecimento particular. Outros seis pacientes tiveram de ser internados. Entre eles, há uma menina em estado grave.

O delegado Maurício Pretto disse que as primeiras investigações, orientadas por um médico, apontam que Braga cometeu o erro de aplicar nas pacientes a anestesia intravenosa Compav Diazepan. Mas é possível também que o médico tenha usado equipamentos contaminados.

A polícia apreendeu ampolas da anestesia, além de luvas e seringa, para serem examinadas pelo Instituto Geral de Perícias.

O médico chegou a ser preso preventivamente e foi solto mediante o pagamento de R$ 2,5 mil de fiança.
Germano Bess, advogado do médico, disse que o seu cliente já realizou entre 400 e 500 endoscopias sem que houvesse qualquer problema.

Em sua página no Twitter, de onde foi tirada a foto acima, o médico informa que é professor na UNOESC (Universidade do Oeste de Santa Catarina).

> Médico tira testículo em vez de cisto de paciente.
abril de 2010

> Erro médico?

Semelhantes

Postagens mais visitadas deste blog