Nathália tinha 53 quilos, quis fazer lipo e morreu

Nathalia-Nogueira

Chorando, o contador Alex Serva, 35, deu uma entrevista a uma tv: “Ela não precisava fazer a lipo, eu falei. Mas ela queria se livrar de uma barriguinha.”

Na terça (10) a comerciante Nathália Anne de Souza Nogueira (foto), de 22 anos e 53 quilos, morreu após uma lipoaspiração na Clínica Korpus Estética, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Rio.

Da clínica, ela tinha sido levado às pressas para um hospital, mas já era tarde. O IML (Instituto Médico-Legal) vai determinar a causa do óbito.

A Vigilância Sanitária interdiu a clínica, que não tinha alvará de funcionamento.

Até ontem, a polícia não tinha encontrado o médico Raphael Nogueira Simão. Foi ele quem fez a lipo, embora seja clínico geral e não cirurgião plástico.

O Cremerj (Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro) abriu uma sindiância para apurar as responsabilidades desse caso – mais um de morte por causa de uma cirúrgia estética.

Casados havia três anos, Serva e Nathália não tinham filho. "A nossa vida estava só começando", disse o viúvo.

> Regiane, 27, morre durante lipoaspiração.
janeiro de 2009

> Médico afirma que salas de cirurgia deveriam ter caixa-preta.
outubro de 2009

> Erro médico?