Governo de SP quer banir cigarro dos recintos fechados

A indústria das drogas legalizadas tem sofrido revezes contra os quais não dá para reagir.

Depois da lei do bafômetro, que deve ter reduzido drasticamente o consumo de bebidas alcoólicas, talvez na mesma proporção da queda nos índices de acidente de trânsito, agora o governador José Serra, de São Paulo, enviou à Assembléia Legislativa projeto de lei que bane o cigarro em ambientes fechados (públicos ou privados), até mesmo nos atuais fumódromos. A informação é da Folha de S. Paulo.

Se aprovado ao projeto de lei, o cigarro só será permitido ao ar livre e dentro da casa do fumante. A proibição se estenderá inclusive para os veículos da polícia. Haverá uma exceção: as charutarias. E já se prevê a abertura de bares com a classificação de charutarias para atender aos fumantes. Mas a lei poderá acabar com essa exceção ou impedir que ela sirva de burla à proibição. 

Em caso de desobediência, a multa poderá ser pesada, não para os fumantes, mas para os donos ou responsáveis pelos recintos: o valor varia de R$ 220 a R$ 3,2 milhões.

Serra explicou que, pelo projeto, os fumantes não serão multados porque eles “já têm a pena de fumar; e há gente que é tão viciada que é capaz de pagar para continuar fumando”.

O dono do recinto onde houver pessoa desobedecendo a lei poderá chamar a polícia para prendê-la. “Espero que a polícia chegue antes de a pessoa sair”, disse Serra.

A tendência de se proibir o cigarro em lugares fechados é mundial. Alguns países já adotaram a medida. No Brasil, a proibição foi implementada na cidade do Rio de Janeiro, pelo atual prefeito César Maia (DEM).

Em recente pesquisa, o Inca (Instituto Nacional de Câncer) constatou que pelo menos 2.655 pessoas  que não fumam morrem por ano no Brasil por estarem expostas à fumaça dos fumantes. Por dia, dá o tal de sete mortes.

Na maior parte (60,3%), as vítimas são as mulheres.  Vítimas principalmente dos homens, porque eles constituem a maioria das pessoas que fumam.
maefumante
As crianças estão entre as mais afetadas. Estudo recente mostra que, pela amamentação, as mães passam aos bebês a química cancerígena do cigarro. É o que mostra o anúncio acima, veiculado na Índia.
Hoje, 29 de agosto, é o Dia Nacional de Combate ao Fumo.

O cigarro, segundo Danilo Gentili


Mais sobre cigarro.